Alexandre Pato é contratado pelo Corinthians

Do Blog do Paulo Monteiro

A Fiel pagou o Pato

A locospirose infectou mais um – fonte: www.corinthians.com.br

Calma, sem trocadilhos pejorativos a essa expressão antiga, pelo contrário, é um elogio.

A parceria do Corinthians de hoje é diferente.

As tais “co-gestões” tão elogiadas pela mídia em alguns times no passado, usando dinheiro estrangeiro não existem mais.

Até mesmo nosso time teve esses parceiros de fora.

Para comprar Tévez por milhões teve que vir a MSI, Luizão a Hicks.

Hoje o clube investe muito mais do que qualquer uma dessas parcerias do passado, com recursos próprios sem ter que dar satisfação a outro CNPJ.

De 2007 pra cá mudou.

Primeiro que os nossos 2 centroavantes eram Clodoaldo e Finazzi, hoje são Guerrero e Pato.

Segundo que graças ao Fiel Torcedor, programa de compra de ingressos via internet, o melhor do momento e que apesar de um probleminha aqui e ali quanto a servidor em dias de jogos importantes e 2 planos caros, é disparado um sucesso no plano da arquibancada, sem filas na porta, benefícios para virar sócio do clube com desconto no título e comodidade.

Quase todos os ingressos vendidos para os 3 primeiros jogos da Libertadores 2013, o clube antecipou receita e já pode usar parte desse $ para pagar as parcelas do Pato.

Ano passado a arrecadação de ingressos foi recorde e praticamente empata com o preço da contratação do Pato.

Receita de TV também é dinheiro da Fiel Torcida, afinal vem graças ao enorme Ibope que damos, e até mesmo ibope que os chiliquentos antis nos deram vendo o jogo do Tachira até meia noite.

Não é a toa que o SporTV passou Corinthians x Chelsea 945 vezes e a Fox Sports Corinthians x Boca umas mil e trezentas.

Foram mais reprisados do que qualquer episódio do Chaves no SBT.

Venda de camisas, rede de lojas também. A loja oficial da Poderoso Timão no clube esta lotada, na sua frente passa a enorme fila para ver a taça do mundial.

E se outra fonte de receita nos patrocina, a Caixa, é porque o time tem uma gigantesca carteira de futuros correntistas e exposição na mídia.

Ontem teve jornalista invejoso perguntando se teve isenção fiscal pra compra do Pato, respondi que foi com parte do $ da Fiel e parte da Caixa, que também patrocina o programa do mesmo jornalista no canal de TV em que trabalha, bancando toda cobertura das olimpíadas na cara Londres.

Não precisamos mais de $ de fora.

Se Pato vai dar certou ou não o risco é igual a qualquer outra contratação, quem diria em 2010 que Ralf e Paulinho seriam o que são hoje?

A torcida pagou o jogador com o dinheiro “público” da Fiel.

Como disse o ex-presidente Andrés Sanchez, irão precisar de um binóculo para enxergar o Corinthians.

Paulo Monteiro é corintiano, arquiteto e corredor, graças a Deus. É um dos maiores defensores de Tite e Danilo desde sempre… Confira o Blog do Paulo Monteiro aqui.

Leave a Reply

  

  

  

*