Rodando pelo Litoral Paulistano – Jabaquara Atlético Clube - O Fino da Bola

Rodando pelo Litoral Paulistano – Jabaquara Atlético Clube

Rodrigo Bronquinha 0
Rodando pelo Litoral Paulistano – Jabaquara Atlético Clube

Ele é sem sombra de dúvidas o time mais simpático do litoral paulistano: o glorioso Jabuca (ou Leão da Caneleira – nome recebido em virtude do bairro na divisa com São Vicente que abriga o estádio da equipe) tem muita história para contar, mas um presente em débito, mas que pode mudar em breve.

O time é bastante antigo, fundado em 1914, como Hespanha Foot Ball Club, por um grupo de jornaleiros espanhois. O nome, como de alguns outros times, foi mudado no início da década de 40, por conta da II Guerra Mundial.

Uma passagem relevante pelo clube foi do treinador Ernesto Filpo Nuñes, que ficou marcado com uma vitória heroica de virada em 57 contra o então bicampeão paulista Santos e uma série grande de jogos invictos que salvaram o time do rebaixamento em 59. É tradicional no estado, porém, em um hiato entre 67 e 77, o Leão da Caneleira manteve-se apenas atuando nas fileiras amadoras.

Revelar talentos nunca foi o forte do Jabuca. Nome marcante em sua história apenas o lendário Gilmar dos Santos Neves, consagrado por Santos e Corinthians, que lá iniciou sua carreira. Outros jogadores com alguma história no passado passaram pelas fileiras juvenis do clube, como os corintianos Baltasar e Marcos, os santistas Feijó, Getúlio e Ramiro, além de Melão, que depois do Santos, foi transferido para o SPAL, da Itália. Mais recentemente, apenas o atacante Rodrigão e o lateral Rubens Cardoso.

As principais conquistas do Jabaquara são:

  • Campeonato Paulista – Série A3: 1993.
  • Campeonato Paulista Segunda Divisão: 2002.
  • Taça Grande Café D’Oeste: 3 vezes (1918, 1919 e 1920).

Vale destacar também o vice-campeonato paulista de 1927 da LAF, vencido pelo Paulistano (cabe lembrar que nesse ano haviam duas ligas em disputa. Além da LAF, a APEA, vencida pelo palestra Itália).

Porém, o clube amargou várias e sucessivas crises financeiras, iniciadas na década de 40, que aparentemente, não mais permitiram um forte crescimento da equipe, que teve grandes momentos, mas nunca conseguiu se estabilizar, chegando até vender terrenos e precisar treinar na cidade vizinha de São Vicente, onde se situa seu estádio.

Fundação: 15 de novembro de 1914

Estádio: Espanha (8.031 espectadores)

Ranking Nacional: sem rankeamento