Rodando por São Paulo – Clube de Campo Associação Atlética Guapira - O Fino da Bola

Rodando por São Paulo – Clube de Campo Associação Atlética Guapira

Rodrigo Bronquinha 0
Rodando por São Paulo – Clube de Campo Associação Atlética Guapira

Não é fácil ser um clube profissional paulistano. Muitos clubes ostentam glórias em suas história, e hoje não participam do ciclo profissional do futebol.

Poderíamos listar 3 grandes campeões do início da história do estadual: o Germânia (atual Pinheiros), o SPAC (atual Clube Atlético São Paulo) e o Paulistano, que juntos ostentam 17 títulos e sucumbiram ao profissionalismo, mas seguem firmes e fortes exercendo suas atividades.

Com o Guapira foi diferente. O time surgiu quando o futebol já dava traços de que o amadorismo iria ter um fim. Foi fundada em 20 de outubro de 1918, Associação Atlética Guapira, através da organização de um grupo de moradores do bairro, então chamado Guapira, e de funcionários da Vidraria Lupatelli (maior empresa local, na época), que organizaram uma equipe de futebol. À luz de um lampião, a fundação oficial se deu na Escola Mista Guapira. Anos depois, o bairro mudou o nome, mas o Leão da Norte, hoje um belo clube do jaçanã, marcou seu nome na história.

O Guapira funde em sua história muito do amadorismo e do profissionalismo. Na várzea, foi um dos grandes destaques do futebol do município, o que fez com que decidisse se aventurar pelo profissionalismo em 1982.

Aí, sua maior glória foi a conquista, em 1998, da série B-1, o que seria a quarta divisão estadual, hoje extinta, uma vez que abaixo da série A-3 existe apenas a Segundona. As décadas de 80 e 90 marcaram também os anos onde formaram belos times de base, onde conquistaram títulos em 85, 86 e 91.

As principais conquistas do Guapira são:

  • São Paulo Campeonato Paulista Série B1-B: 1998.
  • Campeonato Amador da Capital SP: 3 vezes (1958, 1960 e 1964).
  • Campeonato Paulista Amador 2º Quadro – FPF: 1957.

Em 2002 o clube optou por fechar as portas do futebol profissional, e nenhum dos presidentes empossados mostra interesse em voltar com as atividades no futebol profissional, passando o clube a dedicar-se apenas aos seus associados. Assim, o Leão da Norte, de história gloriosa na várzea, e de apenas 20 anos de aventura no profissionalismo, deixou de certa forma sua marca na história recente do futebol profissional, sucumbindo ao poder do dinheiro e dos empresários.

Fundação: 20 de outubro de 1918

Estádio: Anibal de Freitas (7.000 espectadores)

Ranking Nacional: inativo