O Fino da Bola

Blog de Futebol e Podcast de Futebol e outros Esportes

O Fino da Bola - Blog de Futebol e Podcast de Futebol e outros Esportes

Dia de clássicos nos estaduais: um pingo de emoção

Com os marasmáticos estaduais em ação, tivemos um pingo de emoção e expectativa em quatro estaduais: clássicos!

Pelo Mineiro, o mais atraente dos clássicos da rodada, que marcava a volta do Mineirão pronto para a Copa das Confederações e Copa do Mundo. Ambos estreavam no torneio pela 3ª rodada. Ahn? É, pode parecer estranho, mas o jogo da terceira rodada foi adiantado para a primeira. Times empolgados, voltando das férias, reabertura do Mineirão… Ações de marketing…

Reabertura do Mineirão

Mineirão ficou lindo para a rodada dos clássicos!

Cruzeiro 2 x 1 Atlético

2013 começou para eles mais ou menos como terminou em 2012: o Galo jogando bem mais, com mais posse de bola, criando boas jogadas, mas perdendo chances. O Cruzeiro com bom toque de sorte e oportunismo, mais retraído na defesa, acabou vencendo.

O placar foi aberto num gol contra do bom lateral atleticano Marcos Rocha. Cinco minutos depois, o estreante Araújo empatou, e esse foi o resultado do primeiro tempo. No segundo tempo só deu Galo – ou quase: o estreante Dagoberto, em contra-ataque, deu números finais ao jogo. E o Cruzeiro ainda teve Leandro Guerreiro expulso, mas o Atlético não soube jogar com um homem a mais, e saiu derrotado em MG nessa rodada dos clássicos!

Pelo Paulistão, a Vila Belmiro assistiria o primeiro – e talvez último – duelo entre Neymar x Ganso (um cheiro de Neymar indo embora no meio do ano…). Santos e São Paulo vivem momentos bem diferentes de 2012. Quando o ano passado começou, o Santos era o campeão da Libertadores; hoje, ele se dedica ao Paulistão. O Tricolor buscava afirmação, e hoje prioriza o torneio continental, tanto que Rogério Ceni será poupado. Tinha uma grande expectativa entre os clássicos.

Santos 3 x 1 São Paulo

Duelo Neymar x Ganso

Neymar x Ganso: fim previsível!

E o dia foi de Neymar… Num grande jogo, os destaques foram Neymar e a arbitragem, que prejudicou o São Paulo em dois impedimentos muito fáceis.

Mas com a bola rolando, no primeiro tempo, o Santos foi quem tomou a atitude, mas o jogo estava equilibrado. Mas quem sabe sabe: Mirales recebeu toquinho de Neymar – que havia dominado errado, e “consertou” com o passe – na grande área e com categoria abriu o marcador. E o Santos continuo dando as cartas, até que no começo do segundo tempo, fez 2×0 de pênalti, com Neymar.

O São Paulo teve que ir pra cima, e de bola parada diminuiu o prejuízo pra 2×1 com Jádson. Nesse momento, Ney Franco fez duas alterações ousadas, colocando o time pra frente. Mas em um escanteio, Neymar assistiu a Mirales com mel na bola, e o argentino deu números finais ao confronto.

Pelo Paranaense, o confronto vale a liderança. O Paraná voltou à primeira divisão e montou um time experiente, comandado por Lúcio Flávio. O Coritiba vem para 2013 comandado pelo craque Alex. O confronto prometia.

Paraná 0 x 0 Coritiba

O duelo contrapôs o estilo ofensivo de Toninho Cecílio, que montou o Paraná num 4-3-3, com dois pontas abertos e um centroavante.  Já o Coxa foi de 4-5-1, mas o esquema não tinha nada de conservador, com Robinho, Alex e Rafinha na armação, e Deivid na frente. Mas a atitude ofensiva foi mesmo paranista, que sem sucesso, só levava perigo nas bolas paradas. O Coxa abusava dos contra-ataques.

Paratiba

Duelo paranaense marcado pelo equilíbrio.

No segundo tempo o equilíbrio se seguiu, e só foi quebrado por uma bola de Alex no travessão. Toninho Cecílio e Marquinhos Santos fizeram lá suas alterações, mas não conseguiram sucesso. Mas o empate acabou não sendo de todo mal, e manteve as duas equipes na ponta da tabela, já que o Londrina não passou de um 1×1 com o Arapongas no estádio do Café.

Pelo Gauchão, talvez o duelo menos interessante de todos os clássicos, mas pelas circunstâncias. O Gre-Nal será disputado em Erechim (a quase 400 km da capital). O Grêmio escalou um time B, com alguns reservas do time A. O Inter vai com força máxima. A imagem formada era de uma vitória colorada.

Dunga estreia como técnico em Gre-Nal

Dunga estreia como técnico em Gre-Nal com vitória!

Internacional 2 x 1 Grêmio

Como era de se esperar, a obrigação sendo toda do Inter, ele tomou a iniciativa do jogo. Contudo, o Grêmio não foi presa fácil. Deu trabalho, e o Grêmio em alguns momentos imprimiu uma pressão que assustou o Inter.

Mas D´Alessandro jogou. E ficou tudo mais difícil para o Grêmio quando Forlán abriu o marcador no final do primeiro tempo. No segundo tempo, o Grêmio não conseguiu pressionar, e logo aos 8´ Leandro Damião fez 2×0. Logo a seguir, o Grêmio diminuiu de falta, chegou a pressionar, mas sem aquele perigo.

Estreia: Na próxima terça-feira, 08h00 da manhã, estreia n´O Fino da Bola a coluna De Motoca pelo Mundo, onde nosso colaborador Paulinho Motoca fará uma cobertura sistemática do que mais importante aconteceufutebol no mundo

Fluminense é o campeão brasileiro de 2012

Você pode estar estranhando o título. Ainda mais em um dia onde o Galo diminuiu a vantagem de 9 para 6 pontos.

O time do Fluminense é muito bom. Abelão é um técnico que dificilmente perde o grupo na mão. Mas o título que o Flu não perde mais é o do apito. Já foi salvo há dois anos de um novo Continue lendo

Santos vence Corinthians em grande clássico; Galo mantém frente

Galo será cavalo paraguaio?

Santos e Corinthians fizeram na Vila Belmiro um jogo repleto de emoções e decidido por um erro de arbitragem.

Inclusive, a história do “apito amigo” que Milton Neves criou há alguns anos deu efeito. O Corinthians já pagou o que tanto que venceu – ou ajudou a fugir de rebaixamentos – na base do apito Continue lendo

Primeira rodada do Brasileirão começa mais apagada que Estaduais

É sempre assim.

Libertadores e Copa do Brasil rolando, times mistos e reservas, jogadores poupados, projeções de compra e venda de atletas, janela de transferências, e o Brasileirão começa. Tudo muito estranho. Jogadores que jogam, mas já estão apalavrados com outros clubes, e alguns provavelmente até com contrato de gaveta.

Ano passado, o Corinthians teve só o Brasileirão, e fez aquela gordura nas Continue lendo

O Barcelona de 2011 é o melhor time da história?

É uma pergunta que dificilmente teria resposta. E na minha concepção por um simples fato: não existe time atemporal. Existe toda uma característica que permeia toda situação futebolística.

Nosso PDF 55 contou um pouco dos principais esquadrões da história do futebol mundial. Entenda-se por um esquadrão um timaço montado e que conquistou títulos ou não, mostrando, sim, um futebol que impressionasse.

Assim, o Continue lendo

Sai tabela da Copa do Brasil

Saiu a tabela da Copa do Brasil 2012.

E nela, a Confederação Baderneira de Futebol fez o óbvio: Palmeiras e São Paulo, os dois grandes paulistas da competição, só se cruzam na final; bem como Cruzeiro e Galo, Coxa e Furacão, e por aí vai.

Mais reconhecida como caminho mais curto para a Libertadores do que pelo título que carrega, a Copa do Continue lendo

Despolariza-se a disputa pelo título

Está chegando, a turma do funil…

É. Brasileirão há 4 rodadas, ou 12 pontos do final. E a disputa pelo título parece que fica somente entre Corinthians (que tem, teoricamente, a tabela mais simples, pegando 3 times da parte de baixo, e um sem tradição da parte de cima) e Vasco (que tem dois clássicos regionais ainda nesses 4 jogos e mais dos times lá de baixo). E o Palmeiras pode ser o fiel da balança, pois ainda precisa de mais 3 pontos para se garantir, e chegar na última rodada salvo…

Na briga pelas vagas na Libertadores a coisa ainda está acirrada, mas pelo time e pelo futebol (mesmo com a maioria meio desanimada pela sequência de resultados ruins e o alijamento da disputa pelo título, acredito que as três vagas ficarão com Botafogo, Fluminense e São Paulo. Os demais, contentem-se com a Sul Americana.

Na fuga da degola, América e Avaí (mais pelo que o Avaí tem jogado) estão na B. Na luta, não acredito em Ceará e Furacão, até pela camisa dos mineiros. Deles pra cima, a vaga é na Sul Americana ou especulação de torcedor…

Portuguesa já está na série A e campeã. O Náutico só falta aquela confirmação matemática faltando duas rodadas. A Ponte, que já disputou liderança se complicou e até vê a vaga ameaçada. Bragantino, Vitória e Sport duelam. O Sport é o único que não vem embalado, contudo tem os adversários fora de disputas: um rebaixado e outro na pasmaceira (Vila Nova e Paraná). Vitória e Braga pegam o desesperado ASA; o Vitória pega o também deesperado São Caetano, enquanto o Braga tem o desinteressado Paraná. Boa e Americana (que ficaram bom tempo no G-4 ou namorando o mesmo) têm chances matemáticas, mas só em sonhos…

Paulistão rumo às semis

No sábado, o Santos foi pouco criativo, mas Neymar foi decisivo e resolveu na lotada Vila Belmiro com o único gol da vitória sobre a Ponte. O jogo não foi nada bom, lado a lado e o empate seria o resultado mais justo.

No Pacaembu, o Corinthians jogou bem, mas agoniou a torcida com um 2×1 suado sobre o Oeste de Itápolis, sofrendo pressão no final. Mas nesse caso, o resultado foi mais que justo pelo amplo domínio corintiano.

No domingo, o Tricolor abriu a rodada em um jogo horroroso contra a Portuguesa: uma Lusa limitada e um São Paulo covarde. É assim que o Sampa tem time para encarar o Barça? Com uma atuação deprimente, só meteu 2×0 pela Lusa ser pior que Oeste e Ponte.

À noite, no Pacaembu, o Palmeiras recebeu o Mirassol. Fez um primeiro tempo muito parecido ao Corinthians na véspera. No segundo, ‘Manco’ Araújo marcou o seu e o time perdeu um caminhão de gols, assim como o Timão. Venceu por 2×1.

Semana que vem, São Paulo x Santos e Palmeiras x Corinthians definem os finalistas.

Na série A-2, o XV de Piracicaba goleou o Monte Azul fora de casa por 4×1 e está de volta à elite. O Guarani bateu o Rio Preto e também subiu, trazendo junto o Comercial. Ou seja, em 2012 tem Dérbi campineiro e Come-Fogo!

Carioca: Mesmo inferior ao Olaria, o Vasco chega à final da Taça Rio contra o Flamengo, que bateu o Flu nos pênaltis. O Fla pode vencer o torneio no próximo domingo ou o Vasco adiar a decisão para dois jogos.

Gaúcho: No sintético Passo da Areia, o Grêmio fez 3×2 no Cruzeiro e decide o título da Taça Farroupilha com o Inter, que bateu o Juventude por 2×1 . Se o Imortal levantar o caneco do segundo turno, sequer haverá final!

Mineiro: A Raposa fez históricos 8×1 em Teófilo Otoni sobre o América-TO. No domingo, o Galo recebeu o Coelho e venceu bem (3×1) de virada. Domingo que vem a volta.

Paraná: Além do rebaixamento paranista com uma rodada de antecipação, o Coxa levantou o caneco em plena Arena da Baixada. Está sobrando o Coritiba em 2011.

Outros campeões: O Cuiabá bateu o Barra do Garças e é tricampeão do MT.

Europa:

  • Na Alemanha, o Borussia Dortmund escorregou sábado no lanterna e, há 3 rodadas do final, está a 5 pontos do Leverkusen.
  • Na Espanha, onde ‘já era’ desde o começo, o Barça tem 8 de vantagem para o Madrid, que abriu 17 do Valência, faltando 5 rodadas.
  • Na França, faltando ainda 7 rodadas, a briga acirra entre Lille e Olympique, um ponto distantes; Lyon, PSG e Rennes estão 6, 7 e 8 pontos atrás.
  • Na Inglaterra, o M. United está 6 pontos à frente do segundo, o Chelsea, faltando 4 rodadas, mas com grandes jogos a realizar; o Arsenal falhou e está fora da disputa (#chupamontanha).
  • Na Itália, 8 pontos e quatro rodadas separam o Milan do título.

Rodada final traz definições e homenagem

Com sete times matematicamente nas quartas, dois classificados à série D do Brasileirão (Oeste e Mirassol) e dois rebaixados, restava pouco a ser definido, o que reduziu um pouco a emoção (afinal, oito vagas é muita coisa…).

Destaco, antes de mais nada, o minuto de silêncio em Campinas, no jogo Ponte x Palmeiras. Homenagem a Chinesinho.

O maior camisa dez do Palmeiras depois de Ademir da Guia. A maior transação brasileira para o futebol europeu à época, em sua saída para o italiano Modena. O meia que deixou Ademir da Guia dois anos no banco. Quem o viu jogar disse que era fenomenal. Mas aos 75 anos, não resistiu às consequências do mal de Alzheimer. Saudades…

A última vaga foi decidida nos minutos finais. Com a derrota do Americana 0×1 para o rebaixado Prudente e pela sacolada 0×3 que o Paulista levou do Peixe logo de início, São Caetano e Lusa jogaram o tempo todo no limite. Como o Azulão levou 0×2 do Linense em casa e a Lusa fez 1×0 no Bernô, a Portuguesa ficou, aos 44´ do 2º tempo, com a oitava vaga.

O Tricolor, que ficou no 1×1 com o Oeste terminou na liderança e acabou ficando com o confronto mais complicado das quartas. O Palmeiras, que gostou de perder da Ponte por 1×2, ficou em segundo. O terceiro é o Timão, que bateu o Ramalhão, por 2×0 no ABCD. O Peixe ficou em quarto.

Ao Azulão resta o consolo do título do Interior, que Paulista, Mogi e Americana ainda têm chances de disputar.

Fecharam a rodada, Bragantino 2×3 Mogi, Botafogo 3×0 Mirassol (valiam o que mesmo?).

As quartas estão definidas assim (em jogo único): São Paulo x Portuguesa (belo jogo, pode reservar surpresas…); Palmeiras x Mirassol (a derrota veio em bom momento, mas o Mirassol é arrumadinho); Corinthians x Oeste (a baba das quartas) e Santos x Ponte Preta (outro bom confronto, mas a Ponte – que ganhou dos 4 da capital e só empatou com o Peixe – não poderá contar com Thiago Luís, um dos destaques do time no torneio). Mas não creio em muitas surpresas…

Na degola, o Noroeste, que levou 0×2 do Ituano, juntou-se a Prudente e Santo André. E o Ituano, mais uma vez, foi salvo pela Lusa. Em 2010, a Lusa entregou o jogo no final, quando já estava eliminada. Esse ano, ao bater o São Bernardo, rebaixou o caçula do ABCD.

Carioca: O Botafogo disse adeus ao bi do carioca, mesmo vencendo. Flamengo x Fluminense fazem uma semifinal da Copa Rio para decidir quem provavelmente pega o Vasco, que enfrentará o Olaria. América e Cabofriense cairam.

Gaúcho: A estreia de Falcão foi discreta, na vitória de 1×0 sobre o bom Santa Cruz. O Inter pega numa semi o Juventude, enquanto o Grêmio, que eliminou o Ypiranga nos pênaltis, pega o Cruzeiro. Porto Alegre e Inter/SM cairam.

Mineiro: Cruzeiro x América/TO e Atlético x América são os semifinalistas. Funorte e Ipatinga caíram.

Na Itália: Lamentável a torcida da Sampdoria. Na iminência do rebaixamento, o que resolve apedrejar ônibus e ameaçar jogadores de morte? Lembrou o “Câncer Verde”. E a Inter, hein… Ciao temporada…

Minuto F-1: A McLaren já dava mostras que deve ser a única a fazer frente à Red Bull. E isso ficou consolidado na excelente prova da China. A vitória de Hamilton acaba com um eventual domínio de Vettel (o segundo na prova). Webber completou o pódio. Massa foi sexto, a frente de Alonso.

Asterisco: Nadal vence Ferrer e leva o hepta em Monte Carlo (inédito desde 2010 em torneios da ATP). O novo Mr. Monaco perdeu apenas uma vez no saibro local e acumula 37 vitórias seguidas no torneio, recorde absoluto. Nada mal…