O Fino da Bola

Blog de Futebol e Podcast de Futebol e outros Esportes

O Fino da Bola - Blog de Futebol e Podcast de Futebol e outros Esportes

Patrocínio de clubes

Patrocínio de clube, é sempre um grande dilema falar sobre esse assunto.
Até aonde vai os limites da honra e aonde vai a necessidade de se levantar recursos para o clube?

Até nós já demos o nosso pitaco em um outro podcast.

Ultimamente vemos o marketing esportivo sendo uma ferramenta muito valorizada nos clubes. As vezes vemos times comemorando o sucesso de marketing de patrocínio muito mais do que títulos.

Ao mesmo passo que vemos cada vez mais os mantos sagrados de nossos times sendo poluídos por inúmeras marcas de patrocinadores, que trazem os recursos necessários para contratações.

Na Espanha vemos um grande dilema, até pouco tempo atrás viamos um dos maiores clubes do mundo em todos os tempos com um patrocinador de site de apostas esportivas chamado BWin um dos sites mais conhecidos de apostas de futebol no mundo.

Real Madrid's Kaka celebrates with team mate Ronaldo after he scored against Villarreal during their Spanish first division soccer match in Villarreal

A política madrilenha desde muito tempo atrás sempre foi de ter grandes patrocinadores e sobretudo times com atletas renomados e caros, vide que as maiores negociações são feitas por esse clube.

Já do lado do Barcelona, as coisas são um pouco diferentes. Tido como um clube com um grande número de sócios que sempre custearam as finanças do clube o Barça sempre foi um exemplo entre os apaixonados do futebol, alias o seu primeiro patrocínio de camisa era até sui generis pois o clube além de não receber ainda pagava para ter o nome Unicef na camisa estampada.

unicef_1410742c

Mas os tempos foram passando e o primeiro patrocínio pago chegou, levando a fúria de alguns mais apaixonados como Cruiff que disse que o clube perdeu o seu lema deixando de ser “Mais que um clube” para ser “Mais um clube” por conta do seu patrocínio de camisa.

Fiquei sabendo que até agora ele estampa o nome de uma fundação, mas que isso seria somente um período de adaptação pois na sequência a empresa aérea que patocina o Barça vai estampar sua marca como em todas as camisas pelo mundo inteiro.

E você, o que acha sobre o patrocínio de camisas? Dinheiro ou honra? Existe um limite tolerável?

Papo do Fino – PodCast Esportes – Programa 36

No ar, o Papo do Fino, o PodCast de Esportes do blog O Fino da Bola. 

Nesse programa os editores publicitários Edu Olivetto Zanardi e Montanha Justus, mais o contador de histórias Anderson, falam sobre conceitos de branding (ó que chique!), como se constrói (e se queima) uma grande marca, os clubes e atletas mais valiosos e um tititi a la Jacques Leclair!

O papo vai de Manchester United a NY Yankees; de Tiger Woods a Ronaldo; dos dólares da Times Square aos trocados do Lgo. da Concórdia.

Quer valorizar sua marca? Então bóra ouvir!!!

Twitter: @ofinodabolanet

Assine o Feed do Papo do Fino

Se você quiser assinar o feed do Papo do Fino para receber as nossas atualizações e/ou baixar todos os programas anteriores, é só copiar o seguinte endereço no seu agregador de feeds: http://feeds.feedburner.com/papodofinopodcast.

Mande e-mails

Se você quiser mandar um e-mail sobre esse programa ou a respeito de qualquer outra seção deste blog, é só escrever para [email protected].

Baixe este programa

Se você não puder ouvir aí na sua empresa ou quiser ter o programa para escutá-lo quando e onde quiser, é só clicar no link “download”, no player abaixo.

Marketing Absoluto

Apenas algo rápido que pensei…

Coloco de lado a parte técnica, física e futebolística da seleção para falar sobre seus patrocínios. São tantos que sei que falarei alguns e faltarão outros. Lá vão:

Os valors eu desconheço, mas faço uma conta básica:

Supondo que, nesse ano de Copa, cada um pague algo em torno de 1 milhão de Reais mensais, serão 10 milhões por mês e, até dezembro, 120 anuais! Sim, tem contratos firmados depois de janeiro, valores diferentes, mas coloquemos 1 “milhãozinho” como base, podendo ser algo para mais ou para menos. É tão caro assim administrar a CBF? Será que algo desse valor é repassado para termos melhorias nas categorias sub-15 ou sub-17 da vida? E o futebol feminino? Às moscas?

E os produtos licenciados? Camisas à R$179,90? Façam-me o favor… Ela é feita de garafas pet e vale tudo isso? A camisa pólo ainda é bonitinha, mas não vale o preço que pedem.

Fica a dica: Invistam, sim, mas nós, torcedores, também somos interessados no assunto, principalmente quando ele envolve o nosso bolso!

ADENDO:

Dado o crescimento de nosso blog, O Fino da Bola é novamente lembrado pelo nosso companheiro Neto durante a transmissão do programa Jogo Aberto de ontem, clique aqui e confira.